facebook
Partindo de Pernambuco para a Paraíba, mas voltamos para Pernambuco!

Partindo de Pernambuco para a Paraíba, mas voltamos para Pernambuco!

Ficou confuso com o título?Não se preocupe, foi mesmo confuso, Então prepare o coraçãozinho para a história dessa aventura! Ou você acha que a vida de uma família nômade digital é toda programada e ensaiadinha como um roteiro de um filme? É nada! Vai vendo este episódio. Meu nome é Danielle Truffi e este é o podcast do Portal We Go, ouça para que você possa suas próprias barreiras, e vem com a gente vai ser mais leve garantimos.

Enfim…

Após a nossa estadia maravilhosa em Porto de Galinhas, onde passamos as festas de final de ano, junto aos nossos, e onde pudemos usufruir da maravilhosa casa do Reinaldo. Fomos para o novo destino que seria o estado da Paraíba, o plano era passar 10 dias em João Pessoa e depois caminharmos para o Rio Grande do Norte.

O fato é que alugamos um apartamento em João Pessoa, porém após 8 horas de viagem, o anfitrião deste apartamento nos falou que demoraria a limpar o apartamento e que havia uma pessoa consertando o ar condicionado. Então atrasaria em duas horas para o nosso check-in.

Ficamos dentro do carro, afinal de contas estávamos exaustos da viagem e tínhamos na bagagem dois gatinhos que não poderiam colocar suas roupas de banhos e curtir a praia. Além disso, era uma terça feira e continuávamos com a nossa programação de trabalho, que passou a ser realizada de dentro do carro.

Passado as duas horas, ligamos para o anfitrião que nos orientou a deixar nossas malas no apartamento e ir curtir a praia, pois o pessoal da manutenção continuava lá. Na dúvida, resolvemos ir até o local e verificar com os olhos o que estava havendo.
Ao chegar no edifício, a primeira decepção. O prédio estava com reforma no térreo, sem portão, pois carrinhos e pedreiros entravam e saíam o tempo todo do edifício, e isto não estava mencionado no anúncio.

Tem algo errado com o apartamento

Ao chegar no apartamento, somente dois de nós foi ali verificar o estabelecimento e a decepção veio ainda maior. O apartamento em nada condizia com as fotos do anúncio.
Os móveis eram muito mais velhos do que os colocados nas fotos da plataforma e não tinha nenhuma mesinha de trabalho, o que no anúncio constava.

Dissemos ao anfitrião que não faríamos o check-in e fomos embora….

E daí começa a novela….

Nosso erro: não poderíamos ter deixado o imóvel sem tirar fotos, pois desta forma o Airbnb não tem como fazer a mediação, sendo que neste caso quem tem “provas”é só o anfitrião, e nós só tínhamos a palavra. Mesmo assim a plataforma nos atendeu a todo momento e foi tentando fazer a mediação, porém foi grande o desgaste até que a situação fosse resolvida, o que durou dois dias.

Enfim, fomos para um Flat..bem baratinho que tinha na região e aceitava os gatos. Lá fizemos uma compra rápida no mercado e passamos horas ao telefone tentando resolver a situação. parte dos tripulantes se mantinha ao telefone junto ao Airbnb, parte navegava na plataforma a fim de encontrarmos um novo local.

No final das contas vendo a impossibilidade de conseguirmos o ressarcimento, devido ao fato de não termos documentação o suficiente resolvemos que iríamos mesmo para o apartamento, ao menos que fosse para fazermos as tais fotos, porém neste momento o anfitrião resolveu colaborar e cancelou a nossa reserva.


O Airbnb nos devolveu todo o dinheiro da reserva, mais 380 reais de bônus e nos ressarciu das duas estadias que pagamos de Flat. O estresse foi grande porém a plataforma nos ajudou neste caso aqui..


O que aprendemos?

  • Mantenha a calma;
  • Tire fotos de tudo, mesmo que você não fique no imóvel;
  • É mais fácil resolver a questão com o Airbnb estando no imóvel do que fora dele

 

O que valeu a pena?

João Pessoa é mesmo maravilhoso – vale muito a pena conhecer este pedaço do litoral paraibano. A orla é incrível. Pode-se fazer atividades esportivas, tem gramado para piquenique e o calçadão é todo iluminado mesmo a noite.


Passamos duas noites e três dias. Foi aí que deu para entender o quanto a Paraíba é linda!!!!
Nos sentimos mais unidos ao dividirmos as tarefas e entendermos que os imprevistos vão ocorrer. Entre uma reunião e outra do trabalho, fomos resolvendo a situação da qual havíamos nos colocado.


Da Paraíba, de volta a Pernambuco, rumo ao interior desta vez – Chã Grande

Após três dias, depois de muito estresse e um final feliz!! Quando estávamos já com o dinheiro de volta pudemos voltar a pensar o que faríamos.

A ideia era mesmo passar 15 dias em João Pessoa e depois irmos para Rio Grande do Norte, onde já tínhamos alugado uma casa por mais um mês.

Então, o nosso desafio, após o fracasso do apartamento na Paraíba, era encontrar um local para passar os próximos 12 dias até que chegasse a data de irmos ao Rio Grande do Norte.

Entendemos então, que para viajar pingando de casa em casa, não adianta mirar o lugar geograficamente falando e se apegar a um ponto muito limitado, passamos a procurar casas que nos atendiam, em qualquer lugar nos estados e cidades dos arredores.

Foi então que, neste formato de busca e imóvel, encontramos uma casa “nosso número” em Chã Grande. Sim, Chã Grande, na zona rural do interior do Pernambuco. Próximo a Gravatá. São cidades serranas que os pernambucanos aproveitam para passar as temporadas de frio e correr das badalações do calor de Recife!

Serra pernambucana: experiência única

E assim, tivemos uma experiência extremamente agradável. Saímos do calor que sentíamos há mais de seis meses e fomos passar dias na serra.

Que maravilhoso foi isso!!!! A casa era muito boa, tinha tudo dentro, chamamos a casa de castelinho. O valor da casa era extremamente acessível, pois o local não era tão procurado.

Toda a diversão foi dentro de casa, e da janela apreciamos a paisagem do inicio do sertão Pernambucano. e nas horas vagas aproveitamos um pouco do clima serrano. Conhecemos as pessoas e a cultura local. Foi tudo muito bom, mais uma experiência única vivida ali, com o pé no chão e sentido a energia do local contagiando a todos. E mais uma vez o aprendizado falou mais alto: tivemos uma outra visão do estado de Pernambuco. Diferente demais do Pernambuco do badalado e frenético Porto de Galinhas.

Um verdadeiro presente!!

Então é isso pessoal, isto tudo serviu para refletirmos o quanto é importante entender que diante da dificuldade não adianta desespero, tem de recolher e se concentrar na resolução, depois de toda tempestade vem a calmaria e neste caso, nosso presente veio de fato com calmaria e descanso inesperados do interior nordestino. Aqui encerra-se este capítulo, em nosso Instagram temos fotos bacanas da região e aguarde o próximo episódio onde contamos nossa ida e estada no Rio Grande do Norte, até maissss!

compartilhe essa ideia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

escute o We Go